SERVIÇOS

                                                     Tipos de Instalação Fotovoltaica

 1. Sistemas Autônomos (off-grid ou isolados): instalação é feita onde não há   energia elétrica no local, necessita de baterias e controladores de carga, além do inversor, não requer regulamentação da ANEEL, e aprovação de projeto nas concessionárias de energia elétrica.

2. Sistemas Conectados à Rede (on-grid ou grid-tie): instalação utiliza tarifação net metering, ou seja, a energia produzida durante o dia de sol, é consumida no seu próprio local de geração, a economia na conta de luz pode chegar até a 95%.

 

Se a energia gerada é maior que a energia consumida da concessionária nos dias de menos produção de energia, essa diferença gera um excedente da energia gerada, que gera créditos de energia, que poderão ser utilizados em até 60 meses para abater o consumo gasto  em sua outra unidade consumidora (em sua residência, por exemplo), ou seja, é necessário mesmo CPF e mesma concessionária de energia, proporcionando economia em sua conta de luz.

 

Os sistemas conectados à rede necessita de engenheiro eletricista para elaboração de projeto e ART, junto ao CREA. Requer regulamentação da ANEEL REN 482/687. Solicitação de Acesso às concessionárias, com aprovação de projeto, e emissão do Parecer de Acesso por parte das concessionárias de energia elétrica, dando permissão de conexão à rede.

Os  sistemas de energia solar para clientes de baixa tensão classificado como Grupo B, é enquadrado em dois tipos de geração distribuída:

1. Microgeração com demanda de potência menor ou igual a 75 kW.

2. Minigeração para potências instaladas superiores a 75 kW e menor ou igual a 5 MW.

A determinação da quantidade de painéis solares a ser instalado em um cliente, é baseado na média anual de seu consumo.

                                                           

  Vistoria de Instalação

 1. Verificação da concessionária de energia elétrica local, padrão de entrada e relógio de medição convencional unidirecional.

2. Inspeção do tipo de telhado para instalação dos painéis solares: metálico, cerâmico, trapezoidal ou telha romana.

3. Definir local de instalação do inversor fotovoltaico e ponto de injeção na rede da concessionária.

4. Verificação de pontos de sombreamento nos painéis: edificação, montanhas, árvores.

5. Verificação da possibilidade dos painéis serem instalados com orientação para o norte, isto, facilita a incidência da irradiação solar, visando a melhor eficiência na produção de energia solar.

6. Emissão de relatório fotográfico.

© 2020  EcoValle Solar -  Todos os direitos reservados.

  • Facebook ícone social